segunda-feira, 2 de junho de 2008

Brincadeiras modernas

Épocas diferentes, brinquedos diferentes


Brinquedo tradicional segundo a opinião de algumas pessoas (dois adultos extra escola, duas alunas da escola, um professor da escola):

(a linguagem usada está muito próxima da forma como, verbalmente, foi dita pelos nossos interlocutores)
São os brinquedos dos nossos antepassados, que quase todas as pessoas se recordam de como eles eram e também por serem um brinquedo de uma tradição ou de uma certa terra. Estes divertimentos são transmitidos de geração em geração, podendo ser típicos de uma certa sociedade ou de uma cultura. Brinquedos com grande popularidade, são por exemplo, o pião e o berlinde.
Os brinquedos tradicionais são bastante importantes para o desenvolvimento das crianças porque há mais convívio entre elas (do que actualmente), assim vão criando laços de amizade que é bastante importante para o processo de socialização. Estes brinquedos não estão ligados às novas tecnologias porque requerem a imaginação e o desenvolvimento saudável das crianças.
Antigamente, as crianças criavam e construíam os seus próprios brinquedos: com panos faziam bonecas, com meias criavam bolas... Nesse tempo, as crianças viviam mais a infância, de um modo muito diferente de hoje em dia, porque, apesar de não terem muitas posses, viviam a infância ao máximo, onde ficavam na rua até tarde, onde cresciam com outras crianças, a fazer muitos amigos para partilharem os brinquedos.
Por favor não se pode perder estes brinquedos.
Exemplos de brinquedos tradicionais:
O pião é um brinquedo que consiste em puxar uma corda enrolada a um objecto afunilado, geralmente de madeira ou plástico e com uma ponta de ferro, colocando-o em rotação no solo, mantendo-se erguido.


O Ioiô é o segundo brinquedo mais antigo que existe. É constituído por dois discos, geralmente de plástico, mas podem ser também de madeira ou metal, unidos no centro por um pequeno cilindro no qual se prende um cordão. Deixa-se cair o ioiô, e este sobe com o impulso (o cordão enrola-se); deverá outra vez cair e subir, sucessivamente, até que termine o impulso.
A Boneca de pano é uma forma simples e rudimentar de boneca, cujas partes do corpo são confeccionadas em tecido, sendo o enchimento de diversos materiais, que vão desde a palha, chumaços de algodão, entre outros.

Brinquedos modernos


Os brinquedos modernos são aqueles que, hoje em dia, são mais utilizados pelas crianças pois são tecnologicamente mais avançados (entenda-se por tecnologia: o conjunto de conhecimentos que se aplicam a um determinado ramo de actividade; envolve o conhecimento técnico e científico e as ferramentas, processos e materiais criados e/ou utilizados a partir de tal conhecimento), ao contrário dos brinquedos tradicionais. Isto só foi possível pois, nos últimos anos, deu-se um avanço incrível a nível tecnológico, o que permitiu que os brinquedos se tornassem mais “electrónicos” e automáticos e não tão manuais, os quais, actualmente, são considerados brinquedos “chatos” para as crianças. As brincadeiras do passado estão cada vez mais a ser postas de lado, por exemplo, jogar futebol, saltar à corda ou brincar às escondidas. Por outro lado, o computador é um bom exemplo do grande desenvolvimento e crescimento da tecnologia. Este objecto está a ser cada vez mais dominado pelas crianças e mais cedo do que aquilo que se verificava antigamente. Também o tempo disponibilizado por estas para dedicar ao computador é muito maior nos tempos que correm do que, por exemplo, há cinco anos atrás, em detrimento de outras brincadeiras (muito mais saudáveis) que envolvem o desporto e o contacto com outras crianças (o que é demasiado importante para ser excluído do quotidiano das mesmas). Em consequência disso, estas estão a passar mais tempo em casa e a valorizar a vida como algo independente de outros seres humanos, pois as novas brincadeiras são muito individuais. Contudo, não existem só aspectos negativos, pois estes brinquedos mais modernos são, geralmente, mais atraentes à nossa visão, por serem mais coloridos e de formas mais variadas; existe mais opção de escolha, de acordo com as funções que se pretendem para determinado brinquedo, destinado a uma idade específica. Temos como exemplos de brinquedos da actualidade:
o“beyblade” – brinquedo que se assemelha a um pião mas com uma componente mais tecnológica;
o “geomag” – brinquedo que consiste num conjunto de esferas metálicas e de pequenas barras de metal revestidas de plástico; os “patins” – aparelho com dois pares de rodas paralelas em cada pé, fixado aos sapatos, botas ou outro elemento que cubra o pé, com o propósito da necessidade da locomoção e do prazer
;
o “skate” – desporto que consiste em deslizar sobre o solo e obstáculos equilibrando-se numa prancha, dotada de quatro pequenas rodas e dois eixos chamados “trucks”; e os jogos de vídeo – jogos electrónicos no qual o jogador interage com imagens enviadas a um dispositivo que as exibe, geralmente, uma televisão ou um monitor; entre outros.


Através da análise das diferentes vertentes do brinquedo, é possível criar uma tipologia dos brinquedos, com as seguintes características:



Nota: Esta definição de brinquedo não é totalmente taxativa, no sentido em que as fronteiras entre eles não são totalmente claras.
Para além disso, quando referimos que os brinquedos modernos são "muito mecanizados" ou "não desenvolvem a imaginação" não nos referimos a todos, mas à maior parte dos que são disponibilizados às crianças.

Um comentário:

Patricia disse...

Não concordo com seu ponto de vista que as crianças estão deixando de lado jogos como futebol, conseqüentemente o voleibol, basquetebol, entre outros esportes. Para que você entenda meu argumento você precisa apenas de pesquisar sobre as olimpíadas a cada edição o numero de participantes e de modalidades cresce, hoje temos muitos mais participantes que a 30 anos atrás, bem para você entender a relação que quero fazer, você precisa compreender que para o esporte esta crescendo de forma tão explosiva, as bases tem que estar crescendo de uma forma tão grante quanto ponta, a base vem das crianças primeiramente brincando pelas ruas de todo o tipo de esporte depois elas passam para uma escolinha ou um clube e assim vão evoluindo até o profissionalismo, pergunte para qualquer pessoa mais velha antigamente eles tinham que trabalhar bem mais cedo que as crianças de hoje.
Eu sei que hoje também temos trabalho infantil, e que muita criança passa por dificuldades imensuráveis, mais acho que hoje é menor proporcionalmente que no passado.